terça-feira, 15 de março de 2011

1,2,3 tragos
vai dando espaço pro isqueiro
põe o isqueiro no maço
e dana de falar....
a gente conversa, e só conversa...
sentados, colados, meio que quando não se quer mais separar...
e conversamos...sobre o quê?
sobre tudo, tudo é leve...tudo leva a boa conversa
a gente se ri, ou chora junto...que seja
ou reclama da vida...mas rindo...
a calmaria bate suave,
e canta p'ra gente que é tempo de ficar...juntos...
sempre é...




até a cama,
na cama é sexo, dos urgentes...
de corpos famintos pelo cheiro, pelo tato,
pela saliva do outro...
e a gente transa,cruza, faz amor...
se é com você...tanto faz o nome...
e não se para...e não separa....




e termina num abraço,
no "eu te amo' depois de foder, que seja,
a gente ri, até do velho a gente fala...e ri mais um pouco....




mas de manhã os medos vêm para o café,
eu nunca fui muito de confiar...
nem menos no que é bom e feliz...
nisso confio menos ainda....
e os medos vêm...com novos cigarros
e eu?
vou embora depois de gozar....










Nenhum comentário:

Postar um comentário